#60 – House of cards

House of cards (2013)
s03e13 – Episode 39
Netflix

Frank Underwood é um astuto congressista norte-americano que é traído pelo presidente que ele ajudou a eleger. Com a ajuda da esposa, de uma jornalista ambiciosa e de um outro político com problemas com alcoolismo, Underwood inicia um plano para minar adversários políticos e conquistar, em alguns anos, a presidência dos Estados Unidos.
(fonte: adorocinema.com)

Frank (Kevin Spacey) continua sendo o vilão que todos amam odiar. Nada fica mais claro nesta temporada do que a fidelidade do público a Underwood. Mesmo tendo em Dunbar (Elizabeth Marvel) uma personagem carismática e, ao menos inicialmente, mais correta que ele, é difícil negar que continuamos torcendo por Frank.

Aliás, o desenvolvimento de Dunbar, de juíza 100% íntegra, política iniciante, a uma candidata quase tão inescrupulosa quanto Underwood, que não mede recursos para atingir seu objetivo é algo a ser notado. A personagem foi meticulosamente construída e desconstruída no decorrer da temporada.

E não apenas Dunbar. Vários outros personagens secundários mereceram arcos dramáticos, mesmo não acrescentando muito ao fluxo principal da narrativa – Doug Stamper (Michael Kelly), Jackie Sharp (Molly Parker), Remy Danton (Mahershala Ali) e, obviamente, Claire (Robin Wright).

Admito que senti falta de mais maquinações políticas, a exemplo da primeira temporada, e que todo o conflito com o presidente soviétivo, Viktor Petrov (Lars Mikkelsen), parecia mais uma encheção de linguiça.

Enfim, ótima de assistir como sempre. E que venha a próxima temporada!

house-of-cards