Black Panther (2018)

Black Panther (2018) – Pantera Negra
roteiro: Joe Robert Cole, Ryan Coogler
direção: Ryan Coogler

 
 
 

Thor: Ragnarok já foi um filme bem diferente para os padrões Marvel, mas Pantera Negra consegue superar facilmente o Deus do Trovão, tornando-se um dos melhores filmes do MCU até agora.

black-panther-2018

Após a morte de seu pai, o principe T’Challa assume o reinado de Wakanda e o manto do Pantera Negra para proteger seu povo. Com a ajuda de suas guerreiras, as Dora Milage, ele deve defender o trono de ameaças externas e internas. Ryan Coogler dirige e também assina o roteiro ao lado de Joe Robert Cole.

O longa apresenta uma direção de arte incrível. A criação de Wakanda e de suas diversas tribos foi extremamente competente. A trilha sonora, apesar de não ser algo memorável, funciona para a proposta do filme e não se torna genérica como a maioria das composições musicais do MCU. O roteiro segue uma trama simples, mas apresenta sub tramas muito interessantes, trazendo algumas motivações, diálogos e resoluções bem resolvidas.

Infelizmente os efeitos visuais na sequência final não são satisfatórios. Grande parte das lutas são bem coreografadas e bem filmadas e até os efeitos do primeiro e segundo ato do filme são bons, mas todo o terceiro ato apresenta um CG mal feito, fazendo o espectador notar facilmente que é artificial. Além disso, as cenas de luta que marcaram o projeto anterior de Ryan Coogler, Creed, não deram as caras neste filme, com exceção da sequência no cassino.

Black-Panther

Ryan Coogler fez uma arriscada escolha de aprofundar mais seus personagens, fez a trama se desenvolver toda pelo desenvolvimento deles. Chadwick Boseman consegue passar toda sua insegurança e o peso que carrega em seu repentino reinado. Michael B. Jordan é de longe um dos melhores vilões da Marvel, ficando pau a pau com Loki. Lupita Nyong’o é a guerreira que questiona seu rei sendo ao mesmo tempo seu interesse amoroso e a atriz consegue equilibrar bem seus dois papeis, entregando uma personagem forte. Danai Gurira é a Michonne sem espada e sem cabelo, consegue mostrar muito bem as angústias de uma aliada de T’Challa que deve seguir seu rei.

Com alívios cômicos nas horas certas, personagens bem trabalhados, direção de arte impecável e uma bela trilha sonora, Pantera Negra é um dos melhores filmes da Marvel (apesar das falhas visuais) e apresenta um perfeito discurso em seu final que deixará um certo presidente um tanto quanto incomodado.