#354 – Southpaw

Southpaw – Nocaute (2015)
roteiro: Kurt Sutter
direção: Antoine Fuqua

Billy “The Great” Hope (Jake Gyllenhaal), um lutador, trilha seu caminho rumo ao título de campeão enquanto enfrenta diversas tragédias em sua vida pessoal. Além das batalhas nos ringues, ele é forçado a lutar para conquistar o amor e o respeito de sua filha, em uma busca por redenção.
(fonte: adorocinema.com)

southpaw

Mais uma história de superação, como outras tantas já vistas. Lutador de boxe sofre uma tragédia pessoal, se empenha nos treinos visando vencer “a luta” que irá redimi-lo no esporte e perante a filha. Uma mistura de Rocky e Million dollar baby. Em termos de originalidade, a narrativa não tem nada de mais. Mas o roteiro é suficientemente bem estruturado e consegue conquistar o público sem exagerar no melodrama.

Dois motivos fazem o filme valer ser assistido. A atuação de Gyllenhaal e a montagem/fotografia das cenas de luta. Se o filme faz lembrar Rocky, o protagonista lembra muito o Jake LaMotta de Robert De Niro, tanto pela transformação física do ator (bem diferente do magérrimo Louis Bloom) quanto pelo temperamento do personagem – explosivo e imprevisível. E, por conta disso, personagem e filme parecem seguir em direções distintas. A forma como foram filmadas as lutas praticamente colocam o espectador dentro do ringue, em certos momentos quase se esquivando junto com o boxeador.

Boa sessão-pipoca. Previsível sem ser chato.

southpaw-still