“See you in another life, brotha”

Lost – The end

Foi bom, mas foi ruim.

Não direi que perdi meu tempo durante 6 anos, pois me nego a avaliar toda a série apenas pelo seu último episódio, aliás, pelos últimos 20 minutos desse episódio. Não deixei de gostar, continuo gostando muito. Quando o box da 6a.temporada chegar às lojas (e dali diretamente para minha prateleira de dvds), certamente vai rolar uma maratona Lost aqui em casa. Mas sou incapaz de afirmar que o final me agradou. O episódio não foi ruim mas, sinceramente, fiquei decepcionada. Achei um epílogo simplista demais, quase simplório, para uma série tão “mega-boga”, repleta de referências pop, científicas, filosóficas, e que mudou a maneira de acompanharmos seriados. Honestamente, não foi digno do evento televisivo (e cross-media) que a série se tornou.

lost - See you in another life, brotha

OK, a série era sobre pessoas. OK, o importante era a jornada dos personagens. OK, a ilha e seus mistérios eram apenas o McGuffin. Mas desprezar tantos elementos narrativos interessantes e optar pelo caminho mais fácil, no meu entender foi um desrespeito à inteligência dos milhares de fãs que despenderam boa parte do seu tempo tecendo teorias e analisando cada pormenor da estória. Pecado de outras produções contemporâneas, por que não confiar totalmente na força da construção dos personagens e na solidez da narrativa? Por que recorrer a um apelativo discurso religioso? Lost não precisava disso para assegurar a profundidade do seu roteiro. Não necessitava de um discurso legitimador para não ser considerada just entertainment.

Não me incomoda o fato de tantas perguntas terem ficado sem resposta. Mesmo porque provavelmente se tivessem sido dadas, agradariam a uns e desagradariam a outros. O final em aberto dá a brecha para que os aficcionados continuem discutindo teorias e levantando hipóteses. A série terminou, mas Lost continua aí.
Que me desculpem os que gostaram do final, mas eu me senti ludibriada.

lost

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *