127 hours

meteorologia: agora nublou de vez
pecado da gula: yakisoba
teor alcoolico: nada ainda
audio: radiofobia #60

127 hours, direção Danny Boyle, roteiro Danny Boyle & Simon Beaufoy

Boa atuação de James Franco, mas não o suficiente para me fazer achar o filme muito bom.

Excesso de sequências de delírio e divagações tiram o ritmo do filme e o uso indiscriminado de planos fora do comum e cortes também não ajudam. A justaposição de imagens de multidões no início e no final do filme parece não ter propósito, já que em momento algum o contraste entre a situação de Aron e essas cenas é realmente explorado e discutido.

Vale por testemunhar a determinação de Aron, mas é só.

Não é que seja ruim, apenas não é bom o bastante para sugerir que alguém assista. Na verdade, sugiro ler o livro “Between a rock and a hard place“, de Aron Ralston, o protagonista da estória. Pela quantidade maior de detalhes sobre as horas que passou preso, é interessante e bem mais assustador e, ainda assim, muito empolgante.

Recomendo. O livro, não o filme.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *