#4 – The good wife

The good wife (2009)
s02e01 – Taking control
CBS
★★★★★★★★★★ (6/10)

Alicia (Julianna Margulies) passa por uma humilhação pública quando seu marido, o procurador Peter Florrick (Chris Noth), é envolvido em um escândalo sexual e político. Após a prisão de Peter, ela precisa deixar a sua vida de dona de casa para sustentar os seus filhos, Grace (Makenzie Vega) e Zach (Graham Phillips). Alicia consegue uma vaga na firma de advocacia de Will Gardner (Josh Charles), um antigo colega da universidade, mas logo irá enfrentar a competição com jovens advogados, como o ambicioso Cary Agos (Matt Czuchry).
(fonte: adorocinema.com)

Comecei a gostar de séries “de tribunal” com a saudosa Ally McBeal. Mesmo pendendo para a comédia, o lado nonsense da série me fez acompanhá-la por tempo suficiente para tomar gosto pela temática. Depois dessa, acompanhei esporadicamente The practice.

Assim como toda série procedural – com um caso a ser resolvido por episódio – The good wife deixa-se assistir sem compromisso. Perder um episódio ou dois não deixa o público boiando. Além disso, funciona bem como uma novela – a leveza da abordagem permite que o espectador a assista enquanto cozinha, passa roupa ou arruma suas estantes de livros (rs).

Depois de um episódio final com um cliffhanger digno dos tempos áureos das novelas da Globo, a segunda temporada inicia exatamente no ponto em que a primeira terminou. Resolvido o impasse de forma bem previsível – aceitável neste modelo de série – o epidódio prossegue alternando entre os problemas enfrentados pela Stern, Lockhart & Gardner com uma fusão e a necessidade de Alicia ajudar um jovem que quer se representar durante o julgamento.